Classificada desde 1999 como a Paisagem Protegida do Corno de Bico, constitui um pequeno santuário natural situado no coração do Alto-Minho, elevando-se aos 833m de altitude, detendo monumentos fúnebres do neolítico, encostas verdejantes, muretes, sebes, socalcos, espigueiros, moinhos, testemunhos da influência humana na paisagem.

  Cerca de 25% da paisagem, constitui um importante carvalhal caracterizado por um bosque misto, dominado por espécies caducifólias, de entre as quais se destacam o carvalho-alvarinho, o azevinho, entre outros… Toda a fauna a nível regional é rica em variedade de espécies, porem, esta região caracteriza-se pela diversidade de habitats, a interação entre eles e as condições climáticas da região, que permitem que esta zona forneça excelentes recursos de alimentação, reprodução e abrigo a vários animais, dos quais alguns ameaçados, tais como o lobo-ibérico, o esquilo-vermelho a salamandra-lusitânica, a víbora de Seoane, a toupeira-de-água, o tartaranhão-caçador, entre outros.

   Nesta paisagem mágica, localiza-se a última de sete colónias agrícolas implementada por Salazar em 1952. Composta por quinze habitações geminadas, a antiga colónia agrícola de Vascões, detinha capacidade para trinta famílias, com escola primária, residência do professor e forno comunitário. O objetivo passava por tornar os baldios improdutivos em terrenos agrícolas, fixando gente em zonas despovoadas. A colónia ganhou vida em 1957, com a chegada dos colonos, e foi extinta em 1988.
 

ecovia_vez-17.jpg

CAMINHADAS

2018-Polaris-Ranger.png

BUGGY´S

FB_IMG_1526118008007.jpg

ECOVIA DO VEZ

Mostrar Mais
livro_reclamacoes-500x-207-w.png