Em 1515 D. Manuel I concede foral à vila, facto que impulsiona a construção do pelourinho. Até 1700 esteve colocado no centro da Praça Municipal, altura em que é mudado para a beira rio, sendo posteriormente, em 1895, implantado num largo junto à fachada Sul da Matriz, regressando à sua localização original em 1998. Da autoria de João Lopes, trata-se de um exemplar singular, com um pilar torso e roca cónica, apresentando um fuste robusto enrolado por três colunelos, colmatado por um capitel em forma de taça, decorado com os escudos nacionais e esferas armilares. È um dos poucos exemplares que apresenta o nome do canteiro gravado.

2018-Polaris-Ranger.png

BUGGY´S

FB_IMG_1526118008007.jpg

ECOVIA DO VEZ

ecovia_vez-17.jpg

CAMINHADAS

Mostrar Mais
livro_reclamacoes-500x-207-w.png